18 de abril de 2010

Dos outros 82

A orientação sexual não é uma opção; é-se homossexual, heterossexual ou bissexual. Não se muda, não se escolhe, não se trata! Não se pode transformar um heterossexual num homossexual, nem vice-versa, porque a orientação sexual não é uma doença. A pedofilia é uma perversão sexual, é um desvio, é punível por lei e caracteriza-se pela atracção e pelo abuso sexual de crianças. Dois itens distintos. Não dá para baralhar, senhor cardeal!

1 comentário:

Manuel Cardoso disse...

Acabei de ler um livrinho da Rosa LObato Faria que tanta gente precisava ler!!! É este: http://aminhaestante.blogspot.com/2010/04/alma-trocada-rosa-lobato-faria.html
E explica precisamente isso: se a homossexualidade fosse opção, como compreender que tanta gente optasse por uma opção tão difícil, tão incompreendida e mesmo perseguida?

"O mal dos seres humanos, é que preferem ser arruinados pelos elogios, a ser salvo pelas críticas."