6 de maio de 2009

Maré Alta de 06/05/2009

Bloco de Esquerda em alta

Os últimos dias têm sido bem reveladores do crescimento que o Bloco de Esquerda está a ter, tanto a nível nacional como no concelho de V. N. de Famalicão.
A recente sondagem realizada pelo Centro de Sondagens e Estudos de Opinião da Universidade Católica, vem confirmar a grande receptividade que o BE tem tido junto dos portugueses. Para as Eleições Europeias, a sondagem atribui ao BE 12% das intenções de voto, mais de 200 por cento acima do resultado em 2004. A concretizarem-se estas previsões, o Bloco irá eleger mais um deputado.
Estes valores das intenções de voto demonstram o bom desempenho de Miguel Portas no Parlamento Europeu, onde levou a cabo diversas iniciativas de grande relevo, como por exemplo, a sua visita à Faixa de Gaza em plena invasão israelita e o relato do dia-a-dia de toda a sua actividade no Parlamento Europeu no seu blog pessoal (http://www.miguelportas.net/blog/). Estes factos revelam uma nova abordagem na actividade de Deputado Europeu e principalmente uma diferente relação entre os deputados e os portugueses que os elegeram. Não sendo de estranhar que muitos mais portugueses manifestem intenção de votar BE nas Eleições Europeias.
Mesmo considerando que as sondagens não votam e que apenas representam as intenções de voto, não deixa de ser significativo o facto de o BE se tenha afirmado de há uns tempos a esta parte como a terceira força política em termos de intenção de voto. Isto demonstra que os portugueses reconhecem o trabalho e a determinação dos bloquistas para com os principais problemas do país e a forma directa e determinada com que aborda as questões.
Também em Vila Nova de Famalicão a actividade do Bloco de Esquerda está em alta. No passado sábado realizou-se um plenário concelhio de militantes, o mais participado de sempre neste concelho. Este facto revela o empenhamento e vontade dos militantes em fortalecerem a dinâmica interna do partido e dessa forma poderem cada vez mais contribuir para que o partido atinja os seus objectivos.
Dos vários assuntos debatidos no plenário, destaca-se a ratificação do cabeça de lista à Câmara Municipal e à Assembleia Municipal nas próximas Eleições Autárquicas. Estes dois candidatos assumirão a liderança de formação das respectivas listas e elaboração dos respectivos programas que a seu tempo irão ser apresentados aos famalicenses.
Este empenhamento dos militantes do BE famalicense e a receptividade manifestada por muitos (as) simpatizantes irão traduzir-se num substancial aumento do número de freguesias onde o BE irá concorrer, em relação às últimas eleições. Isto aumenta a representatividade e cimenta cada vez mais a implantação e acção do Bloco em V. N. de Famalicão. Por outro lado, representa uma cada vez maior responsabilidade e empenho dos (as) representantes concelhios, nomeadamente da Coordenadora Concelhia de forma a corresponder à manifesta necessidade de interromper a alternância de maiorias absolutas na governação do nosso concelho.

Crónica publicada no jornal Opinião Pública em 06/05/2009

1 comentário:

Mário de Sá Peliteiro disse...

O BE vai aumentar em 301% as despesas de campanha eleitoral nas europeias.
Quem financia o BE?

"O mal dos seres humanos, é que preferem ser arruinados pelos elogios, a ser salvo pelas críticas."