12 de janeiro de 2009

Natalidade voltou a subir

Caiu por terra um dos principais argumentos dos defensores do não no último referendo sobre o aborto,
a natalidade subiu em 2008, pela primeira vez em cinco anos. Uma subida curta, com causas por definir e que não repõe os números de 2006, mas que vem, pelo menos, indicar que a legalização do aborto não afectou os nascimentos. JN.
Tal como nessa altura aqui disse, a despenalização do aborto pode ter tido um efeito positivo na taxa de natalidade, uma vez que, acabando com o tabu e com o medo, muitas grávidas poderiam voltar a traz na sua intenção de abortar.
Desmistificado que ficou o fantasma do aborto, é importante continuar a melhorar as condições para a natalidade continue a aumentar.

1 comentário:

Mário de Sá Peliteiro disse...

«acabando com o tabu e com o medo, muitas grávidas poderiam voltar a traz na sua intenção de abortar»

Importa-se de explicar?

«continuar a melhorar as condições para a natalidade continue a aumentar»

Crise económica, desemprego, emprego precário. Continuar a melhorar?

"O mal dos seres humanos, é que preferem ser arruinados pelos elogios, a ser salvo pelas críticas."