5 de janeiro de 2009

Dos outros 45

"Já agora pergunto: quão diferente será de um gueto em Varsóvia, enfaixar um milhão de pessoas num pedacinho de terra, por critério étnico-religioso, condicionando o afluxo de bens essenciais, com um muro em redor, e obrigando a uma economia de sobrevivência? Estão à espera que lá dentro sejam felizes e atirem flores em vez de rockets?"
Vítor Pimenta (Avenida Central - A Oeste do Genocídio)

1 comentário:

Mário de Sá Peliteiro disse...

Defender a violência, argumentar explicando a violência, é sempre fomentar a violência.

"O mal dos seres humanos, é que preferem ser arruinados pelos elogios, a ser salvo pelas críticas."